Rodízios de Futsal: Desenvolvendo Jogadores de Futebol

Marcelo Antonelli

Revisado por Vinícius Nagy Soares


Os jogadores de futebol devem aprender rodízios de futsal? Por quê?


Defendemos que sim, pois esse conteúdo torna os atletas ainda melhores, tanto na quadra quanto no campo de futebol. Neste artigo, explicaremos a importância de se usar rodízios de futsal no processo de formação, consistindo, portanto, em uma ótima ferramenta para o desenvolvimento de jogadores de futebol. Também abordaremos os desafios e limitações desse processo.


Introdução

Imagine que seu treinador deseja ensinar rodízios de futsal, mas você desconhece a importância desse conteúdo. Observando uma prática inicial, parece apenas uma sequência de passes com movimentos repetitivos, sem criatividade e distante da "realidade" de uma partida de futebol.


Concordamos que o início do processo não é vistoso, mas o desfecho levará a algo completamente diferente: um ambiente de treinamento rico, no qual o movimento dos jogadores é inteligente e eficaz, com leitura do posicionamento de cada atleta e decisões criativas a fim de desequilibrar a defesa adversária. Além disso, durante o processo de aprendizagem dos rodízios, os jogadores desenvolverão habilidades físicas, técnicas, táticas e psicológicas.


Abaixo uma lista contendo alguns conteúdos que os jogadores aperfeiçoarão durante o processo.


Hábitos comuns durante um rodízio de futsal:



· Passar a bola e mover-se: quase todos os rodízios exigirão que os jogadores passem e se movam, tentando desequilibrar o outro time.


· Mudança de direção durante as corridas: a quadra é pequena e as defesas de futsal são organizadas (se treinadas adequadamente). Isso estimula os jogadores a mudarem constantemente de direção durante as corridas a fim de criarem espaços para receber a bola.


· Reiniciar corridas: muitas vezes, mesmo que o jogador mude a direção da corrida, ainda assim não recebe a bola, pois a equipe adversária não permitiu um passe penetrante. Como cada equipe possui apenas 5 jogadores e, considerando a maneira como os rodízios funcionam, o jogador se acostumará a reciclar a corrida rapidamente, tornando-se constantemente uma opção de passe.


· Manter a bola sob pressão: devido ao baixo número de jogadores, os praticantes recebem a bola com bastante frequência. E, durante o rodízio, espera-se que o jogador mantenha a bola, mesmo sob pressão. Para isso, são estimuladas estratégias como girar para fora, driblar para um lado ou mudar a direção do drible, entre outras técnicas que serão dominadas durante esse processo.


· Seja bom no 1 x 1: cenários de 1 x 1 ocorrem de maneira constante e o jogador desenvolverá a capacidade de tornar-se proficiente em embates desse tipo.


· Combinações criativas: enquanto um jogador pode tentar encontrar soluções individuais, os rodízios fornecerão a oportunidade para uma infinidade de combinações nas quadras. Por causa da defesa rígida e organizada, o futsal desenvolve muitas combinações que, em geral, são mais sofisticadas do que as do futebol.


· Comunicação efetiva (falar, escutar e seguir orientações): o ambiente com espaço restrito e contra uma equipe organizada exige soluções individuais e/ou coletivas bem elaboradas. Apenas "lançar atrás da defesa", como frequentemente observamos no futebol de baixo nível, provavelmente não funcionará no futsal. Como consequência, os jogadores serão constantemente forçados a se comunicar (visual ou verbalmente) de maneira eficaz. Parte fundamental da comunicação consiste em saber ouvir e seguir orientações, capacidades estas que serão desenvolvidas durante o processo.


· Leitura de jogo: isso tem a ver com todos os itens listados acima. Durante um rodízio, se dois jogadores fizerem a mesma corrida, será fácil para o outro time pressionar e roubar a bola. Ou ainda, se um jogador não oferecer apoio de um lado, dificilmente haverá sucesso na jogada. Os rodízios exigem que os jogadores mantenham foco, leiam as posições de todos os companheiros de equipe e oponentes e sejam criativos de maneira eficiente.


· Tempo, ângulos e espaço: em qualquer combinação, incluindo as sobreposições que são frequentes na maioria dos rodízios, a leitura do tempo, ângulos e espaço é a chave para o sucesso do atleta. Por isso, habilidade técnica e inteligência tática são necessárias o tempo todo.


· Posição corporal e primeiro toque intencional: para ter sucesso em alguns dos itens acima, os jogadores devem mover-se antes de receber a bola (por exemplo, fazer “check-out” – dar o gato - para criar espaço).


Pontos importantes a considerar


1. Mais importante do que aprender um rodízio é necessário praticá-lo. Aprender rodízio do futsal proporcionará aos jogadores um conjunto de ideias e conceitos, mas é a prática que levará ao desenvolvimento. O ambiente de treino, enquanto o rodizio é praticado, exige dos jogadores uma série de capacidades técnicas, físicas e táticas. Portanto, praticando nesse ambiente, o jogador(a) se aperfeiçoará.


2. É mentalmente exigente. Se o objetivo de alguém é apenas jogar por diversão, sem alcançar um nível mais alto, as rotações tornam-se dispensáveis. Os treinadores podem até usar uma boa estratégia pedagógica para tornar os rodízios mais atraentes e divertidos, porém ainda assim haverá sobrecarga mental. Muitos jogadores estão acostumados a tomarem decisões de maneira autônoma. Os rodízios de futsal forçam os jogadores a olharem em volta, lerem as posições dos companheiros de equipe e adversários. Com isso, as ações tornam-se menos automáticas e ficam cada vez mais conscientes. Permite e aprimora a criatividade individual, mas mantendo a responsabilidade tática ao mesmo tempo.


3. O começo é a parte mais difícil. Isso acontece porque antes de fazer o fluxo livre em um ambiente criativo, os jogadores são desafiados a aprenderem certos padrões e a desenvolverem uma variedade de bons hábitos. Alguns jogadores são mais receptivos ao desafio de aprenderem atitudes que geralmente não estão acostumados, enquanto outros tendem a apresentar certa resistência.


4. É ótimo quando você "domina os conceitos". O jogador que persiste tempo suficiente para atingir um certo nível de leitura de jogo, movimentação sem a bola e capacidade de fazer e seguir decisões coletivas, adquirindo assim ferramentas para resolver os problemas circunstanciais do jogo, irá se divertir aplicando os conceitos dos rodízios. Gosto de dizer que o jogo se torna uma "Matrix" (fazendo referência ao filme que fez sucesso em Hollywood), pois passamos a enxergar inúmeras possibilidades, sendo possível manipula-las a fim de alcançar o melhor resultado.


5. Precisa de tempo. O processo de ensino e aprendizagem não é mágico. Uma sessão de treinamento não tornará os jogadores estrelas do futebol. O processo é lento e oneroso, mas vale totalmente a pena.


No livro “Soccer Powered by Futsal” (https://www.soccerpoweredbyfutsal.com/book), por razões pedagógicas, dividimos o uso dos rodízios de futsal em 10 estágios. Durante o processo, os jogadores aprendem variações, rotações diferentes, como misturar rodízios e como lidar com a pressão total; ao mesmo tempo que desenvolvem muitos bons hábitos. Eventualmente, quando os jogadores alcançam o último estágio, os rodízios deixam de serem importantes, porque os jogadores serão capazes de realizar as ações considerando os “princípios do jogo” que foram desenvolvidos. É aí que o jogador terá confiança para entrar em qualquer campo e saber que a leitura do jogo e as habilidades técnicas trarão sucesso na partida.


Perguntas comuns:


Esse processo é recomendado para qual idade e quanto tempo leva?

A idade precisa ser considerada ao mesmo tempo que a cultura e as experiências anteriores do praticante. Além disso, o processo de assimilação dos conteúdos é individual, podendo ser rápido ou lento de acordo com cada jogador. Por isso, não podemos especificar a faixa etária ou tempo de ensino. O mais importante é que o treinador conheça o método e saiba respeitar o estágio de desenvolvimento físico, técnico, tático e psicológico de cada atleta.


Os rodízios de futsal ajudarão minha equipe a vencer?

No início, não. Primeiramente deve-se pensar como um investimento a médio e longo prazo. Ao assistir futebol de alto nível, pense na maneira como o Manchester City joga com o Guardiola. É difícil imaginar que alguém conseguirá replicar o mesmo modelo de jogo e ter resultado a curto prazo (a menos que a equipe seja muito superior aos adversários).

O futsal é uma modalidade profissional, praticada há décadas em um grande número de países. Os rodízios são o resultado de anos de evolução. São as melhores estratégias para combinações de até 5 jogadores em um espaço reduzido. Eventualmente, ajudarão a obter bons resultados para uma equipe, mas inicialmente não produzirão resultados positivos. Se você procura resultados a curto prazo, comece com estratégias defensivas de futsal.


Como transfiro meus conhecimentos e habilidades da quadra de futsal para o campo de futebol?

Esse é um tema interessante e complexo, pois respostas diferentes podem ser encontradas sob diferente óticas e contextos. Por décadas, atletas que fizeram sua iniciação e parte do seu processo de formação no futsal transferiram seus conhecimentos e capacidades para o campo de futebol, destacando-se internacionalmente. Porém, muitas vezes, jogadores que tiveram base no futsal não conseguiram transferir as capacidades desenvolvidas nos campos de futebol.


Nossa intenção com “Soccer Powered by Futsal” é facilitar e otimizar essa transferência através de uma variedade de estratégias:


· Enquanto um jogador está aprendendo movimentos, combinações, rotações e conceitos de futsal, ele pode usar nossos vídeos gratuitos online para ver de maneira clara e prática como ocorre a transferência para o campo de futebol.


· O livro “Soccer Powered by Futsal” debate o uso de SSG (Small Sided Games – jogos reduzidos) baseado em estratégias de futsal para facilitar a transferência e aumentar o nível de jogo no campo de futebol.


· Nosso canal do Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCBWWxl8m9wz_-jaCvnIoSZg) mostra exemplo de como usar o Futsal para ensinar conceitos ou estratégias e imediatamente transferir para os campos de futebol. Em breve, publicaremos alguns artigos debatendo mais a fundo esse tema.


Não podemos aprender esses conceitos diretamente no campo de futebol?

Sim, se algo não pudesse ser reproduzido nos campos de futebol, não faria sentido desenvolver nas quadras de futsal. Sobre essa pergunta, há dois pontos importantes a serem considerados:


1. O ambiente físico do futsal facilita o desenvolvimento de muitas capacidades fundamentais para o jogador de futebol.


2. Existem inúmeros aspectos, macetes e conceitos do futsal que geralmente não são abordados pelas metodologias tradicionais, mas que podem fazer a diferença no campo de futebol.


Ao assistir um jogo de futebol de alto nível, como acontece na Liga dos Campeões, às vezes ouvimos os comentaristas elogiarem a movimentação, o passe, as combinações ou até mesmo a ideia de jogo. O que muitos desses comentaristas não sabem é que a ação que eles pensam ter “surgido do nada”, na verdade é uma parte típica do futsal de alto nível.


Os rodízios desenvolverão todos os aspectos do jogo?

Não. Os rodízios de futsal desenvolverão muitos aspectos diferentes do jogo (listamos alguns no início do artigo), porém são pouco efetivos em relação aos seguintes tópicos:

· Cabeceios

· Passes e corridas longas

· Lidar com bolas quicando

· Organizar uma linha de impedimento


Considerações finais

O futsal é aceito por muitas confederações, clubes e associações de todo o mundo como uma boa ferramenta para o desenvolvimento de jogadores de futebol. O grande número de estrelas do futebol que chegou ao nível mais alto e que começou no futsal confirma a teoria.


No entanto, pouco se discute sobre a forma como jogar futsal influência nos benefícios que o futsal pode ter para o desenvolvimento dos jogadores de futebol. Certamente não se resume a ir a uma quadra e tocar mais vezes na bola. Isso é ótimo, é claro, mas sem criar um ambiente rico e competitivo nas quadras, os benefícios serão minimizados.


Aconselhamos fortemente que os jogadores de futebol aprendam e pratiquem em um ambiente rico de treinamento. Nesse sentido, os rodízios são parte fundamental para a criação desse ambiente complexo, cujos jogadores de futebol podem beneficiar-se em decorrência de uma progressão tática e técnica na qual as rotações desempenham papel importante.


O que você pode perceber em uma partida de futebol são pequenas “partes dos rodízios”, como:

· Jogadores trocando de posição sem a bola

· Variações de sobreposições

· Variações do jogo do pivô

· Variações do tradicional “um dois”

· Jogadores fingindo passes/combinações e ganhando ângulo ou espaço para o 1x1.


Esperamos que este artigo tenha sido uma boa fonte de embasamento para que os treinadores de futsal expliquem a seus jogadores a importância dos rodízios como ferramenta para o desenvolvimento de jogadores de futebol. Finalizamos com alguns links de vídeos que ajudam a ilustrar este artigo. Atualizaremos esses links à medida que vídeos relacionados ao tema forem postados. Até breve!


Rotação de Futsal 3-1 Combos no Campo de Futebol:

https://www.youtube.com/watch?v=A0MKZ898LIQ


Rotação de Futsal 2-2 Aplicada no Campo de Futebol:

https://www.youtube.com/watch?v=Ie0TOaopxLU


Please follow us at:

Website: soccerpoweredbyfutsal.com

Facebook: https://www.facebook.com/soccerpoweredbyfutsal/

Instagram: https://www.instagram.com/soccerpoweredbyfutsal/

Youtube:https://www.youtube.com/channel/UCBWWxl8m9wz_-jaCvnIoSZg?view_as=subscriber



102 views